Enquete

Search

Compartilhe

Tecnologia do Blogger.

Mensagens


A Movimentadinha Anitta

Resultado de imagem para paradinha anitta


     Nem parece, mas já fazem alguns anos que Larissa Machado, AKA Anitta, surgiu no mercado fonográfico brasileiro a artista que iniciava sua carreira cercada por críticas fervorosas por conta de músicas consideradas um tanto quanto pasteurizadas acabaria por calar a boca de muitos e abrir espaço para o pop nacional nas rádios do país, verdade seja dita, mesmo no princípio ela se destacava dos demais, o fato de cantar em português foi um diferencial, já que até então a maioria dos artistas brasileiro utilizavam do inglês quando decidiam lançar um material pop.
      Contrariando os rumores de que não resistiria a mais de um hit a cantora reina absoluto no cenário brasileiro dominado por sertanejos universitários. Pode-se dizer que tudo que ela toca vira ouro, músicas como Bang e "Você partiu meu coração" tocam exaustivamente em todos os espaços de socialização, mas, aparentemente o País é pequeno para os desejos cosmopolitas da jovem, prova disso foi a parceria, com o até então desconhecido em território verde e amarelo Maluma, em o Sim ou não" mais uma vez com sucesso.
          2017 parece ter sido o ano escolhido para a globalização de Anitta, recentemente lançando músicas simultaneamente em três idiomas,  destaque para "Paradinha" primeiro single totalmente em espanhol que pode se beneficiar da popularização de músicas latinas no último ano, verdade seja dita, goste ou não da sonoridade da artista ela vem consolidando-se como o nome mais forte do cenário brasileiro e com possibilidades concretas de se tornar um popstar brasileira de renome internacional.
          


Top álbuns de 2013 - Por Guto Ruiz

 
10. Avril Lavigne - Avril Lavigne

Neste álbum Lavigne, mostrou uma nova faceta de si mesma, sem fugir do seu estilo característico o pop rock, ela apostou em novas facetas e  temas desde brigas com amigos até sexo casual em uma das melhores musicas de sua carreira, Give You  What You Like. Também pela primeira vez explorou a musica eletrônica na divertida Hello Kitty. As suas características baladas também estão presentes, Falling fast é de uma vulnerabilidade encantadora.





9. Too Weird To Live, To Rare To Die! – Panic! At The Disco

Primeiro álbum que o Panic! apostou em sintetizadores, causando um sentimento de estranheza ao ser ouvido pela primeira vez, em algumas o uso de sintetizadores pode até ser considerado exagerado, mas ainda assim depois de algumas escutadas, você ja está acostumado. Brendon Urie fez um trabalho fantástico, apesar de algumas musicas soarem como Fall Out Boy, Nicotine, Girls/Girls/Boys, Vegas Lights  e This Gospel estão fácil entre as melhores musicas do ano.




 


8. Right Toughs, Right Words, Right Action – Franz Ferdinand
Não  escute este album esperando qualquer surpresa ou inovação, é um álbum típico do Franz Ferdinand, o que já é suficiente para coloca-los em no meu top 10 do ano











 





7. The Blessed Unrest - Sara Bareilles
Quem esperava um dos melhores álbuns do ano vindo da Sara ? Eu particularmente não. Apesar de achar os trabalhos anteriores da moça gostosinhos, nunca esperaria que ela fosse apresentar um trabalho tão conciso, o álbum é tão bom que Katy Perry tentou emular ele no primeiro single, claro que falhando miseravelmente














 
6.  Reflektor - Arcade Fire
Eu achei esse álbum um pequeno retrocesso em relação ao The Suburbs, não tem o mesmo charme e aposta mais em uma sonoridade oitentista, porem ainda assim é de longe um dos melhores lançamentos do ano de longe, letras como sempre fantásticas













5.  Music To Make Boys Cry – Diana Vickers
A caloura saida do X-factor UK, era tida como promessa da edição mesmo sem ter ganho, mas conseguiu apenas um sucesso moderado com seu primeiro albume e foi chutada de sua gravadora, porem arranjou os produtores certos e lançou esse  disco que é uma ode ao pop oitentista. Alem disso ela abandonou a atmosfera fofa de seu primeiro disco, e passou a ter tiradas sagazes em suas letras, Diana lançou o que poderia ser fácil um disco de Madonna nos anos 80, incusive escute Mad At Me e tente não imaginar a faixa na voz da veterana










 




4.  Zeski – Tiago Iorc
Tiago Iorc surgiu no cenário musical nacional, como uma versão abrasileirada de John Mayer, mas com vocal já de longe melhor que o do Americano. No seu segundo álbum ja era perceptível que seu futuro era cada vez mais se afastar dessa sonoridade e associação. E no terceiro partiu de vez o paradigma, cada vez mais abrasileirando sua musica e pela primeira vez cantando em português no seu álbum, inclusive os destaques do álbum são as faixas em português juntamente com Life Of My Love. Os covers de Tempo perdido e o de Musica Inédita com Maria Gadu também ficaram incríveis




 
 





3.  Yours Truly – Ariana Grande
A cantora teen saída da nickelodeon surpreendeu a todos ao surgir com The Way, que já  nos avisava o que viria, uma viagem no tempo. The Way começa nos transportando para os anos 90, mas o álbum não parou ali, é por inteiro uma ode a nostalgia sem soar forçado ou datado. Pairando sempre com a sonoridade de alguma época o álbum encanta, um exemplo  é Tatooed Heart que nos leva direto a 1954. E o álbum fica assim viajando pelo tempo de maneira suave. Até a faixa que soaria mais com o pop atual, Piano, da um clima retro, afinal que jovem de 20 atualmente se imagina dançando ao som de um Piano?






2.  Modern Vampires Of The City – Vampire Weekend
A voz de Ezra por si só já é apaixonante, mas apostando em produções grandiosas, os meninos de New York acertaram em cheio e  escolhendo os singles de maneira inteligente fizeram deste um dos melhores lançamentos do ano, aguardo ansiosamente um clipe para Ya Hey


 








 





1.  AM  - Arctic Monkeys
O Arctic surgiu em 2005 com a promessa de serem os salvadores do rock, e em 2013 voltaram novamente para salvar o estilo, não só lançando o melhor album do ano assim como também melhor de sua carreira.  Tendo como pontos altos a influencia da musica negra, fica impossivel não se render a faixas como Arabella, Why’d You Only Call Me When You’re High, Fireside...





















Menções Honrosas
Yeezus – Kanye West
Overgrown – James Blake
Salute – Little Mix
Shangri La – Jake Bugg
Beyoncé – Beyoncé
Melophobia – Cage The Elephant
Artpop – Lady Gaga
 





Postagens populares